Blog

10 dicas para um carnaval só alegria!

10 dicas para um carnaval só alegria!

10 dicas para um carnaval só alegria!

O Carnaval é um dos feriados mais aguardados do ano. Seja pelos amantes da folia, seja por quem gosta de viajar ou seja por quem quer aproveitar os dias para relaxar com amigos e família, as dicas abaixo são úteis e, a maioria delas, não somente para esta data.

1 – Alimentação

Antes de sair de casa, faça uma refeição ou um lanche reforçado com alimentos ricos em carboidratos (pão, arroz, batata, mandioca, milho, macarrão) para ter bastante energia. Evite alimentos ricos em gorduras e sal, que tornam a digestão mais lenta e causam a sensação de estufamento.

Alimente-se a cada 3 horas – para manter a energia do corpo e evitar a ressaca – sempre com refeições leves: frutas, sucos, barrinhas de cereais e sanduíches naturais. Fuja das opções com maionese ou molhos.

2 – Pele

Evite queimaduras e insolação, protegendo a pele. Use chapéu, óculos de sol, protetor labial e o filtro solar com FPS30, no mínimo. Reaplique-o a cada 2 horas pois o produto sai com o suor. Programe-se para aproveitar o sol nos melhores horários para sua pele: até às 10h e depois das 16h. Evite o contato das partes expostas ao sol (boca, mãos, ombros, pernas) com bebidas e picolés de frutas cítricas como limão, tangerina e caju.

3 – Hidratação

Antes de ir para rua, beba muito líquido para prevenir a desidratação causada pelo excesso de transpiração. A ingestão diária deve ser de 2 a 3 litros sendo, preferencialmente, água. Mas sucos naturais de frutas, água de coco e bebidas isotônicas são bem-vindos por reporem energia, açúcar e sais minerais perdidos.

4 – Álcool

Bebidas alcoólicas em excesso podem gerar uma série de desconfortos como: dor de cabeça, intoxicação, gastrite aguda, vômitos, ressaca e muito mais. As bebidas são potencialmente diuréticas e, por isso, promovem uma eliminação de líquidos muito maior do que a ingestão o que provoca desidratação. Por isso, modere e intercale o consumo com água. Não esqueça de alimentar-se enquanto bebe, para manter a glicose estável no sangue. Nunca misture bebidas destiladas com fermentadas. Seja responsável: se beber, não entre na água para nadar e, claro, em hipótese alguma, dirija. Prefira transporte público, táxis ou serviços dos aplicativos de transporte.

5 – Descanso

Seu corpo precisa de seis a oito horas por dia para se regenerar. Caso ele não tenha esse o período de descanso, em algum momento ele dará sinais de cansaço. Além disso, exigir muito do corpo sem um preparo físico prévio, pode acarretar em lesões e dores musculares, torções e, até mesmo, fraturas. Respeite seus limites!

6 – Alergias

Para evitar um quadro dermatite alérgica não use tecidos sintéticos, não fique com a roupa molhada e não pegue roupas emprestadas. Só use maquiagem de marcas de confiança e assim que chegar em casa, higienize e hidrate a pele. Alguns sprays de espuma contêm substâncias tóxicas e álcool, tome cuidado, pois no contato pode causar irritação na pele e nos olhos.

7 – Energéticos

Algumas substâncias, como o pó de guaraná e as bebidas energéticas dão mais pique para curtir o carnaval. Porém, são ricas em cafeína e, se consumidas em excesso, atrapalham na hora de dormir, causam gastrite e sobrecarregam o organismo. Além disso, tomar cafeína juntamente com bebidas alcoólicas pode causar arritmias e palpitações cardíacas, e piorar os sintomas de queimação no estômago.

8 – Pés

Proteja os pés de calosidades, traumas e risco de cortes. Use sapatos confortáveis e que ofereçam estabilidade para sua pisada, como o tênis. Se tiver bolhas, não estoure para não infeccionar.

9 – Crianças

Fantasia: Prefira fantasias leves, de cores claras, folgadas no corpo e que permitam a circulação do ar, para que o suor seja drenado para o lado externo. Tecidos sintéticos esquentam e podem causar alergia. Não deixe as crianças com roupas molhadas para evitar micoses. Além disso, é importante pensar na praticidade para hora do xixi. Peças e acessórios pequenos, como lantejoulas, podem se soltar e serem engolidas ou aspiradas. Tenha cuidado com objetos e acessórios pontiagudos.

Maquiagem: Os maiores causadores de irritações na pele das crianças são as tintas e maquiagens, usadas para pintar rosto, braços e pernas. Para evitar alergias, opte por tintas com base aquosa e maquiagens específicas para crianças.

Proteção: Prefira os looks com chapéus para proteger a criança do sol. Se possível, busque um lugar com sombra e locais com menor aglomeração de pessoas. O filtro solar tem que ser específico para bebês e crianças. Os comuns não são recomendados, já que as crianças correm e brincam e, consequentemente, suam mais do que os adultos, fazendo com que o produto perca a proteção rapidamente.

Alimentação: Leve frutas picadas, lanche natural, biscoito sem recheio, suco e água numa bolsa térmica e ofereça frequentemente as crianças. Evite comprar alimentos vendidos na rua, como frituras e aqueles de fácil contaminação como presuntos, salsichas, maionese e molhos. Se tiver que comprar, prefira sucos prontos e industrializados, água mineral, sorvetes de frutas e biscoito de polvilho.

Segurança: Prefira bloquinhos que são específicos para os pequenos, os trajetos são menores, com menos aglomeração e tumulto. Coloque uma pulseira de identificação na criança com o nome dela, o nome e o telefone do responsável por ela. Mostre a identificação para o pequeno e explique do que se trata, assim, ela mostrará a quem encontrá-la. No caso de crianças maiores, pode marcar um ponto de encontro. Para os menores, o recomendável é ficar observando a passagem do bloco, a certa distância, sem acompanhá-lo.

10 – Pós Carnaval

Após o carnaval o objetivo é desintoxicar o organismo e repor os nutrientes perdidos. Consuma vitaminas de frutas com leite desnatado ou leite vegetal, sucos com pepino e couve, saladas, sopas, ovos e carnes magras.

Evite o consumo de alimentos ricos em gordura e sal, como salsicha, linguiça, bacon, carnes vermelhas, biscoitos recheados e refrigerantes. Não consuma bebidas alcoólicas por pelo menos 1 mês, para que o fígado e os rins tenham tempo de se recuperar depois dos excessos do feriado.

Fonte: Sempre Materna, Sociedade Brasileira de Dermatologia, Tua Saúde, Minha Vida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *