Blog

Novembro Azul – A campanha é todo ano. Os exames também.

Novembro Azul – A campanha é todo ano. Os exames também.

Novembro Azul – A campanha é todo ano. Os exames também.

Novembro Azul tem como objetivo conscientizar os homens que o diagnóstico precoce do câncer de próstata pode salvar vidas e informar que exames periódicos e um estilo de vida equilibrado são fundamentais para a prevenção da doença.

Alguns números

  • O câncer de próstata é a segunda causa de mortes por câncer no Brasil, perdendo apenas para o de pulmão.
  • Estima-se que 400 mil homens entre 45 e 75 anos possuem a doença e não sabem.
  • O câncer de próstata é duas vezes mais frequente que o de mama.
  • Um novo caso é registrado a cada três minutos e uma morte acontece a cada 24 minutos no Brasil.
  • O câncer de próstata é o sexto tipo mais frequente no mundo, representando cerca de 10% do total de cânceres.
  • Para este ano, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima o surgimento de cerca de 61 mil novos casos da doença.

Fatores de risco

Hereditariedade

  • Três ou mais parentes de primeiro grau são afetados.
  • Dois parentes de primeiro grau forem diagnosticados antes dos 55 anos de idade.
  • Quando acontecer em três gerações consecutivas (avô, pai e filho).

Diante destes fatores o risco de desenvolver a doença é de 50%.

Idade: cerca de 62% dos casos são de homens a partir dos 65 anos.

Cor de pele: A doença é mais frequente em homens negros.

Hábitos de vida: Sobrepeso, obesidade, sedentarismo, crescimento análogo da insulina, uso abusivo de álcool e tabaco foram detectados como risco de contrair a doença.

Alimentação inadequada: À base de gordura animal e deficiente em frutas, verduras, legumes e grãos.

Check-up

O check-up pode ser solicitado ao médico em qualquer idade, porém, a partir dos 40 anos, essa procura deve ser obrigatória. Converse com seu médico e solicite seus exames:

  • Exames de sangue: checagem de diabetes, colesterol, nutrientes diversos, ureia e creatinina, hepatite B e C, HIV, entre outros.
  • Exame de urina: detecção de doenças renais e infecções urinárias.
  • Exame de fezes: detecção de parasitas, ovos, larvas e protozoários.
  • Raios X de tórax: verificação dos pulmões (principalmente fumantes).
  • Teste ergométrico, ecocardiograma e eletrocardiograma: checagem do estado do coração.

Após os 50 anos, ou 45, em caso de histórico familiar de câncer de próstata:

  • PSA: marcador de doenças na próstata, para verificação do aumento da próstata e prevenção de câncer nessa região.
  • Toque retal: o exame dura em média 7 segundos e é indolor. Com o toque e o PSA, há 80% de chance de diagnosticar o tumor de próstata na fase em que ele ainda pode ser curado.

Sinais de alerta

  • Sensação de bexiga cheia e vontade de urinar com urgência.
  • Ida ao banheiro várias vezes à noite para urinar.
  • Dificuldade para iniciar e interromper o ato de urinar.
  • Dificuldade em manter o jato de urina constante (urina em gotas ou jatos sucessivos).
  • Dor na parte baixa das costas, na pélvis, nos testículos, ao urinar, ao ejacular, na lombar, na bacia e/ou nos joelhos (as dores podem ser isoladas ou aparecerem em mais de um lugar).
  • Insuficiência renal.
  • Problemas para conseguir ou manter a ereção.
  • Sangramento apresentado na urina, no esperma (esses são casos muito raros) ou pela uretra.

Manter um estilo de vida equilibrado é o fator principal para evitar doenças. Algumas atitudes simples como praticar exercícios físicos com regularidade, manter uma alimentação balanceada, controlar o estresse, ter tempo para praticar hobbies e consumir bebidas alcoólicas com moderação fazem a diferença.

Fontes: Inca, Portal da Urologia, Lado a Lado pela Vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *