Hepatite Zero: campanha pela erradicação do vírus

Comunicação e Marketing

Voltar ao índice

Hepatite Zero: campanha pela erradicação do vírus

Hoje existem mais de meio bilhão de portadores de Hepatite B e Hepatite C no mundo e, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), os vírus são um dos maiores problemas mundiais de saúde e matam duas vezes mais do que a Aids. No Brasil, são mais de 3 milhões de pessoas infectadas. Entre 2000 e 2010, mais de 300 mil casos foram notificados e 37 mil pessoas morreram. 70% das mortes foram causadas pelo tipo C. Importante: hoje, 90% dos casos do tipo C são curáveis.

Campanha

A ABPH (Associação Brasileira de Portadores de Hepatite), o Fundo Mundial de Hepatite e o Rotary International realizam a Campanha Hepatite Zero | Projeto Mundial de Erradicação. O objetivo da campanha é identificar os portadores através de testagem rápida. Após identificados, eles contam com a assistência da ABPH para consultas com médicos especialistas, orientação para o tratamento e exame FibroScan® - técnica usada para avaliar o grau de rigidez do fígado sem invasão do corpo humano, ou seja, sem riscos ou complicações. Atenção: Até 31 de julho, a testagem estará disponível em todo o Brasil. Confira as cidades e locais aqui.

Clínicas ABPH

São Paulo Av Brigadeiro Luis Antônio, 2344, 7º andar - conjunto 74 - Jardim Paulista Tel: (11) 3251-1888 Rio de Janeiro Visconde de Pirajá, 414, conjuntos 1408/1409 - Ipanema Tel: (21) 3081-5632 Porto Alegre Mostardeiro, 780, conjuntos 504/505 - Moinhos de Vento Tel: (51) 3407-3509 Fortaleza Av. Santos Dumont, 2828, sala 1401 - Aldeota Tel: (85) 3016-1415 Belo Horizonte Av. Getulio Vargas, 1300, salas 1807/1808 - Funcionários Tel: (31) 3504-7062

Tipos de Vírus

Hepatite A - Transmissão por água ou alimento contaminados. - Pode ser evitada com vacinação. - Diagnóstico feito por exame de sangue. - Tratamento de curto prazo. Hepatite B - Transmissão por contato sexual, de mãe para filho (gestação, parto e amamentação), compartilhamento de material para uso de drogas (agulhas, seringas, cachimbos), de objetos cortantes (lâminas de barbear, alicate) ou de uso pessoal (escova de dente) e transfusão de sangue. - Pode ser evitada com vacinação (gratuita no SUS). - Diagnóstico feito por exame de sangue. - Tratamento com medicamentos e corte do uso de bebidas alcoólicas. Hepatite C - Transmissão de mãe para filho (gestação, parto e amamentação), compartilhamento de material para uso de drogas (agulhas, seringas, cachimbos), de objetos cortantes (lâminas de barbear, alicate) ou de uso pessoal (escova de dente), transfusão de sangue e contato sexual (raro). - Não tem cura, apenas tratamento. Pode durar anos ou até mesmo a vida inteira. - Diagnóstico feito por exames laboratoriais. - Prevenção: evitar uso de drogas, álcool, compartilhamento de objetos pessoais e cortantes e sempre utilizar preservativo nas relações sexuais. Hepatite D - Infecção somente em portadores crônicos de Hepatite B. - Não tem cura, apenas tratamento. Pode durar anos ou até mesmo a vida inteira. - Diagnóstico feito por exames laboratoriais. Hepatite E - Rara no Brasil, comum na Ásia e na África. - Não tem cura, apenas tratamento. Pode durar anos ou até mesmo a vida inteira. - Diagnóstico feito por exames laboratoriais. - Prevenção: mantendo condições de higiene e saneamento básico. Hepatite G - Transmissão feita pelo sangue. Mais comum entre usuários de drogas injetáveis e receptores de transfusões, mas pode ser transmitido durante a gestação e contato sexual também. - Tratamento pode durar anos ou até mesmo a vida inteira. - Diagnóstico feito por exames laboratoriais. - Prevenção: evitar uso de drogas, compartilhamento de objetos cortantes e sempre utilizar preservativo nas relações sexuais.   HEPATITE ZERO | Projeto Mundial de Erradicação Telefone: 0800 778 0555 E-mail: contact@hepatitiszero.com

Voltar ao índice