Olhos ressecados? Conheça a Síndrome do Olho Seco

Comunicação e Marketing

Voltar ao índice

Olhos ressecados? Conheça a Síndrome do Olho Seco

Olhos ressecados, dor, vermelhidão e sensação de areia nos olhos representam um alerta: os olhos não estão bem. Síndrome do Olho Seco, problema composto por todos esses sintomas, é um termo usado para descrever um grupo de diferentes doenças e condições que resultam da umidade e lubrificação inadequada do olho, muito comuns nos dias mais secos. Confira dicas do Dr. Dráuzio Varella e outros médicos e saiba mais sobre a Síndrome:

Principais sintomas

Olhos ressecados, vermelhidão, queimação, irritação, coceira, ardor, sensação de corpo estranho e de ?areia? nos olhos, lacrimejamento excessivo ou embaçamento. Nos quadros mais graves, fotofobia, dificuldade de movimentar as pálpebras e maior produção de muco são também sinais da Síndrome.

O que causa a Síndrome do Olho Seco

- Evaporação excessiva provocada por fatores ambientais (ar condicionado, vento, clima quente e seco, fumaça, etc.) - Anormalidades nas pálpebras - Uso intenso de computador e de lente de contato - Menopausa, uso de pílula anticoncepcional ou TRH (Terapia de Reposição Hormonal) que fazem a incidência entre mulheres ser o dobro da verificada na população masculina - Hipertensão arterial - Hiperplasia prostática (aumento da próstata) - Doenças autoimunes (alergia, reumatismo, artrite, artrose) - Óculos de sol sem proteção UV ou de má qualidade, pois as lentes de vidro ou de acrílico colorido causam a dilatação da pupila da pessoa exposta ao sol, fazendo com que uma quantidade ainda maior de raios prejudiciais alcance a retina

Prevenção

- Beber bastante água durante o dia - Usar óculos com proteção lateral - Piscar voluntariamente em frente ao computador - Posicionar o monitor 30 graus abaixo da linha da visão - Evitar o uso de ar condicionado, principalmente nos dias mais frios - Não dormir com lentes de contato - Aumentar a umidade do quarto durante a noite - Redobrar os cuidados com a higiene das mãos e dos olhos - Cuidado com a poeira e ventos

Como tratar

O tratamento da Síndrome do Olho Seco é feito com a aplicação de lágrimas artificiais, ou seja, de lubrificantes oculares, sob a forma de colírio ou pomada. Eles ajudam a aliviar os sintomas e geralmente não costumam ter efeitos adversos. É indispensável, porém, identificar e controlar as causas do distúrbio.

Recomendações

- Pessoas com essa Síndrome podem necessitar de cuidados especiais para adaptar-se ao uso de lentes de contato - Diante do computador ou da TV, a tendência é piscar menos. Consequentemente, o filme lacrimal não é distribuído com regularidade sobre a superfície dos olhos e sua lubrificação fica comprometida Atenção: portadores dessa Síndrome precisam de acompanhamento oftalmológico mais frequente. Sem tratamento, podem ocorrer lesões na córnea que comprometem a qualidade da visão temporária ou definitivamente. Cuide-se.  

Voltar ao índice