Semana Mundial da Amamentação 2020

Comunicação e Marketing

Voltar ao índice

A Semana Mundial de Aleitamento Materno deste ano aborda que, além de todos os benefícios para o bebê e para a mãe, amamentar é um ato que também traz benefícios ao planeta.

Como a amamentação contribui para a saúde do planeta?

Amamentar é uma prática sustentável, ecológica e boa para a saúde humana. Um dos principais fatores é a comparação entre a produção do leite materno e a de produtos substitutos. Existe muito mais impacto ao meio ambiente para produzir os alimentos substitutos. Métodos de produção, embalagem, distribuição e preparação são todas atividades que impactam o meio ambiente. Portanto amamentar é uma forma de minimizar este impacto. 

Quais são os benefícios da amamentação para o bebê?

Previne doenças infecciosas.

Diminui a ocorrência de diarreias.

Diminui infecções respiratórias e otites.

Reduz o risco de alergias.

Minimiza a chance de obesidade.

Diminui o risco de hipertensão, colesterol alto e diabetes.

Previne cáries dentárias e má oclusão.

Contribui para um melhor desenvolvimento cognitivo.

Quais são os benefícios da amamentação para a mãe?

Dimunui o risco de hemorragia.

Protege contra câncer de mama e ovário.

Evita nova gravidez.

Ajuda a emagrecer.

Reduz o risco de diabetes.

Diminui o risco de depressão pós-parto.

A Organização Mundial de Saúde - OMS recomenda:

• Iniciar o aleitamento materno dentro da primeira hora após o nascimento.

• Amamentação exclusiva nos primeiros seis meses de vida. O leite materno já contém a água de que o bebê necessita, mesmo em locais mais quentes.

• Amamentação continuada até os dois anos de idade, com a introdução de alimentos nutricionalmente adequados após os seis meses de idade.

Fontes: Ministério da Saúde, worldbreastfeedingweek.org.

Voltar ao índice